XI Biomechacnics and Medicine in Swimming

Em 20210 o XI Simpósio Internacional de Biomecânica e Medicina da Natação será realizado na Norwegian School of Sport Sciences, Department of Physical Performance – Oslo, Noruega

Para mais informações, visite o site em inglês do evento.

Anúncios

EGGBEATER

Lara Elena Gomes

lara_foquinha@yahoo.com.br

O eggbeater é uma técnica propulsiva realizada no nado sincronizado e no pólo aquático. Esse movimento é executado pelos membros inferiores e caracteriza-se como cíclico, e as pernas movem-se alternadamente, ou seja, enquanto a perna esquerda move-se no sentido horário, a perna direita move-se no sentido anti-horário, assim, ambos os pés e pernas desenham um círculo. Ainda, é considerado um dos fundamentos mais importantes no nado e no pólo, já que, quando bem executado, fornece uma força propulsiva contínua para cima. Essa força possibilita a elevação do corpo superior acima da água, facilitando a realização de movimentos dos braços durante as rotinas no nado sincronizado e os fundamentos de passe, recepção, chute e bloqueio no pólo aquático.

Por essas razões e também pelo fato de que esse gesto é muito difícil, a técnica do eggbeater deve ser bem trabalhada com os alunos e os atletas dessas modalidades. Assim, serão apresentados aqui os pontos técnicos do eggbeater, os quais foram definidos por pesquisas que analisaram esse movimento.

O eggbeater é considerado uma pernada de peito modificada, já que o movimento das pernas é alternado. É muito comum os alunos tentarem se sustentar sobre a água, executando perna de peito. Porém, ela não fornece uma força contínua para cima, ou seja, a pessoa fica “quicando” sobre a água, já que o corpo do indivíduo tende a subir quando ele realiza extensão dos quadris, joelhos e tornozelos, mas tende a afundar durante a flexão das mesmas articulações. Dessa forma, este é o primeiro ponto técnico: o movimento não deve ser enfocado na direção vertical, mas sim nas direções ântero-posterior e látero-lateral.

Para diminuir o movimento dos membros inferiores na direção vertical, os outros pontos técnicos devem ser explorados. Estes compreendem na realização do eggbeater com os joelhos e tornozelos sempre bem elevados e com os pés e pernas desenhando grandes círculos. Não obstante, para tornar possível isso, os joelhos devem estar o mais distante possível um do outro e os calcanhares devem ficar próximos aos quadris.

Ainda, por meio da análise desse movimento, observa-se que os melhores atletas fazem uma forte rotação interna do quadril durante a fase em que os pés e as pernas estão movimentando-se para fora (out-kick). Isto é, as partes internas da coxa e da perna “reprimem” a água durante essa fase. Além disso, a forte rotação interna do quadril é acompanhada por uma flexão plantar e pela abdução do tornozelo durante essa fase. Em contrapartida, quando a perna e o pé movimentam-se para dentro (in-kick), o ângulo de rotação interna do quadril é menor, ocorre uma dorsiflexão e o tornozelo é aduzido. Dessa forma, também se recomenda que o pé tenha uma grande velocidade.

Logo, para melhorar a técnica desse gesto, é necessário que o aluno ou atleta aprenda a sentir a água na planta do pé. Além disso, como o eggbeater não é um movimento fácil e a posição que o corpo tem que assumir não natural, torna-se necessário treinar força e flexibilidade dos membros envolvidos e desenvolver a orientação do pé para otimizar as forças para cima.

Esse texto foi escrito baseado nos seguintes artigos:

SANDERS, R. Analysis of the Eggbeater Kick Used to Maintain Height in Water Polo. Journal of Applied Biomechanics, United States, n.15, p.284-291, 1999.

HOMMA, M.; HOMMA, M. Coaching Points for the Technique of the Eggbeater Kick in Synchronized Swimming based on Three-Dimensional Motion Analysis. Sports Biomechanics, Scotland, n.1, p.73-88, 2005.

HOMMA, M.; HOMMA, M. Three-dimensional analysis of the eggbeater kick in synchronized swimming. In: BIOMECHANICS AND MEDICINE IN SWIMMING, 10., 2006, Porto. Proceedings of Biomechanics and Medicine in Swimming X. Porto: Faculty of Sports Sciences and Physical Education – University of Porto, 2006. p. 40 – 42.

Eggbeater

Inaugurando o novo site do nosso Grupo de Estudos (visite o antigo aqui), um vídeo com uma atleta de Nado Sincronizando demonstrando o Eggbeater.

“Eggbeater envolve uma ação cíclica dos membros inferiores, com o direito e o esquerdo rotando em direções e fases opostas” (MOSLER apud SANDERS, 2006).

Muito utilizado principalmente no Pólo Aquático e no Nado Sincronizado,

“(…)é o método pelo qual os atletas se sustentam sobre a água, utilizando uma ação explosiva, o chute pode ser utilizado para se ganhar altura sobre a água(…)” (MOSLER et. al, 2006)

REFERÊNCIA:

  • “The effect of manual therapy on hip joint range of motion pain and eggbeater kick performance in water polo players” – Mosler, A. B.; Blanch, P. D.; Hiskins, B. C. (2006)